Review Galaxy M31

Review Galaxy M31: intermediário com foco em bateria vale a pena?

Procura celular com ótimo custo-benefício? No Brasil, há uma enorme variedade de aparelhos de categoria intermediária, ou seja, não muito caros, porém com recursos extras para usuários um pouco mais exigentes. De olho nesse perfil, a Samsung trouxe ao mercado em 2020 o Galaxy M31.

Ele vem de fábrica com um quarteto de câmeras traseiras, tela com tecnologia mais avançada e capacidade de bateria não encontrada em concorrentes de peso, como Xiaomi Redmi Note 9s ou Motorola One Fusion. Contudo, as boas notícias quanto ao modelo da sul-coreana não terminam aqui. Confira demais detalhes em nosso review do Samsung Galaxy M31!

Galaxy M31 ficha técnica

  • Tela: Super AMOLED de 6,4” FHD+ (2340 x 1080) e proporção 19.5:9
  • Processador: Exynos 9611 octacore (4x 2,3 GHz + 4x 1,7 GHz)
  • Memória RAM: 6 GB
  • Armazenamento interno: 128 GB
  • Câmera principal: sensores de 64 MP (f/1,8) + 8 MP (f/2,2, ultra grande-angular de 123°) + 5 MP (f/2,2, profundidade) + 5 MP (f/2,4, macro)
  • Câmera frontal: 32 MP (f/2,0)
  • Capacidade de bateria: 6.000 mAh com suporte ao carregamento rápido de 15W

Design e tela Samsung Galaxy M31

Celular da Samsung possui design simples e tela Super AMOLED.

Celular da Samsung possui design simples e tela Super AMOLED.

O Samsung Galaxy M31 possui design similar ao da maioria dos novos modelos da marca: área traseira tem acabamento liso, de plástico, enquanto o módulo de câmera segue o estilo retangular. Logo ao lado, fica o sensor de impressão digital, o que infelizmente aparece como primeiro ponto negativo, pois essa proximidade atrapalha um pouco o manuseio do aparelho.

Na frente, o painel tem bordas relativamente finas e abriga o sensor frontal em um entalhe de gota. Um dos pontos altos do modelo está justamente na tela Super AMOLED, que entrega imagens nítidas e de cores equilibradas, sobretudo os tons mais escuros. Além disso, ao contrário de versões LCD, aqui há mais eficiência energética.

Câmeras Galaxy M31

O quarteto de câmeras principais deve ser outro atrativo aos usuários que desejam tirar proveito de vários sensores. O principal aqui tem 64 MP e, com isso, permite registrar imagens com mais detalhes, em especial em longa distância.

A ultra grande-angular de 8 MP é a lente mais interessante, cumprindo seu papel de conferir campo de visão ampliado de até 123°. A macro não é a mais avançada do mercado, mas ainda assim entrega boas capturas aproximadas.

Amostra de captura da lente macro.

Amostra de captura da lente macro.

A opção de profundidade assegura o famoso modo retrato, porém, com algumas falhas em detalhes específicos, como recorte de cabelo e textura do pelo de animais. Avaliando os resultados gerais, em situações de alta luminosidade vemos fotos nítidas, com contornos acentuados, baixo ruído e uma certa tendências a cores mais vivas, às vezes, próximas ao exagero.

Galaxy M31 tem quarteto de câmeras e entrega imagens competentes.

Galaxy M31 tem quarteto de câmeras e entrega imagens competentes.

À noite ou em baixa luminosidade, há mais chances de se observar um prós-processamento artificial demais, o que também acontece em fotos de rosto. Na parte de vídeos, o grupo de câmeras tem capacidade de gravar até em 4k, cujo resultado final também não é a mais alta qualidade, contudo, é bem honesto para o dia a dia.

O sensor frontal do Galaxy M31 é satisfatório, ao exibir fotos altamente coloridas, com efeito bokeh bem recortado. Porém, em alguns momentos há chances de a pele ficar com aquele ar de embelezamento acima do aceitável.

Desempenho Galaxy M31

Em combinação à memória RAM de 6 GB, o celular é equipado com o processador Exynos 9611, da própria Samsung. Com isso, o desempenho é rápido em qualquer atividade, entretanto, estamos falando de um chip intermediário, o qual pode ter alguns engasgos quando executa games de gráficos pesados.

Logo, as partidas de títulos, como Free FireCall of Duty e Asphalt 6, são garantidas a pessoas que não ligam muito para qualidade visual extrema.

Bateria Samsung Galaxy M31

Bateria de 6.000 mAh aguenta mais de 24h com uma carga.

Bateria de 6.000 mAh pode aguentar 24h com uma carga.

Quem não desgruda do celular com certeza vai gostar da autonomia deste aparelho, que é alta em comparação a muitos smartphones da categoria. Com capacidade de 6.000 mAh, a bateria do Galaxy M31 pode chegar a ultrapassar as 24h de uso, mesmo quando assistimos vídeos longos, como filmes e séries.

Outra vantagem é o suporte ao carregamento rápido de 15 W, que garante carga de 50% em cerca de 1h. Há no mercado aparelhos de preço parecido com capacidade maior, de 18 W e até 25 W — como o Xiaomi Redmi Note 9s e Motorola One Fusion —, assim se o foco é velocidade nesse sentido, esse pode não ser o melhor candidato.

Samsung Galaxy M31: Vale a pena comprar?

O Samsung Galaxy M31 é um forte partido para pessoas que desejam ter um celular com câmera competente, alta eficiência energética e tela de qualidade superior, mas sem pagar o preço de um top de linha. Assim não é indicado a quem busca desempenho altamente avançado para games de gráfico pesado.

Para entregar alguns recursos interessantes, a fabricante também deixou de lado outros aspectos, como NFC. Porém, se as configurações ainda não estiverem de acordo com seu interesse, vale apostar em outro parente de custo um pouco mais elevado, como o Galaxy M51.

Prós e Contras
  • Bateria com boa capacidade
  • Câmera quádrupla
  • Tela Super AMOLED
  • Falta de NFC
  • Acabamento de plástico
  • Localização ruim do botão de impressão digital
Avaliação do editor
  • Design
  • Tela
  • Câmeras
  • Desempenho
  • Bateria
  • Armazenamento
  • Média do autor
Deixar um review

  • Design
  • Tela
  • Câmeras
  • Desempenho
  • Bateria
  • Armazenamento