Nenhum comentário

Qual VPN escolher para navegar com segurança?

Muito se fala a respeito de VPN, mas poucos sabem o que isso realmente significa e, mesmo os que sabem, há aqueles que também não compreendem a real abrangência do termo. Uma resposta objetiva pode indicar que VPN nada mais é que uma rede privada virtual (ou Virtual Private Network, no original). Mas esse é apenas o significado literal desta ferramenta que pode trazer muitos outros benefícios.

Para começar, é preciso entender alguns fatores. Por exemplo: você sabia que toda vez que você acessa a internet do seu computador, smartphone, tablet ou de qualquer outro dispositivo (móvel ou não), o seu endereço de IP trafega livremente pelo ciberespaço virtual, levando com ele os seus principais dados? Isso mesmo. Você fica exposto e vulnerável a ataques maliciosos diariamente. Só quem já teve dados roubados por cibercriminosos sabe como isso é difícil.

Foi pensando nisso que, em 2005, Jack Cator fundou a pioneira Hide My Ass, empresa britânica especializada em VPN. Com esta ferramenta, você pode navegar na internet sem ser rastreado ou identificado por hackers, operadores ou governos. Seu IP é preservado enquanto seus dados, desde os mais banais até os mais sensíveis, são criptografados para que ninguém consiga ter acesso a eles.

Mas para te ajudar a entender melhor o que uma VPN significa, confira dicas sobre e o comparativo entre os 3 principais serviços de VPN no Brasil: a Norton Secure VPN, a Kaspersky VPN Secure Connection e a AVG Secure VPN. Afinal, hoje em dia é fundamental proteger seus dados na internet.

Como e quando a VPN surgiu?

A história do surgimento da VPN, tal como a conhecemos hoje, é um tanto engraçada e inusitada. Em 2005, um jovem de 16 anos chamado Jack Cator se viu obrigado a burlar as regras do colégio em que estudava, em Norfolk, na Inglaterra. Tudo porque a escola proibia os alunos de acessarem outros sites que não fossem os pré-autorizados pela diretoria. Nessa leva, websites de músicas e jogos acabavam sendo expressamente proibidos, fazendo com que Cator e seus amigos não pudessem acessá-los pela rede do colégio durante as aulas de informática.

Diante desse cenário, Jack Cator, que tinha conceitos básicos de informática, passou a se dedicar a encontrar uma forma de burlar o controle de acesso da rede da escola sem que ela soubesse. Não satisfeito com a utilização de VPNs simples que encontrou na internet, o jovem rapaz criou a sua própria VPN, fundando a partir daí a sua própria empresa especializada em VPN e com nome irreverente, a Hide My Ass (“Esconda Meu Traseiro”, na tradução ao pé da letra).

Com a Hide My Ass, Cator não só conseguiu driblar o controle de acesso de seu colégio utilizando VPN, mas também se tornou seu primeiro e único chefe. Hoje, 15 anos depois, o inglês multimilionário tem apenas 31 anos e um legado que deixou registrado na história da internet. A Hide My Ass foi vendida em 2015 para a AVG (outra gigante do segmento de antivírus) por uma quantia astronômica, equivalente a 190 milhões de reais à época.

Mas, afinal, o que é VPN?

Como dito anteriormente, a VPN (Virtual Private Network) é uma rede privada virtual. Isso significa dizer que é um sistema ou serviço, se preferir, que garante uma navegação criptografada. Assim, você e seus dados importantes podem trafegar na internet com toda a segurança necessária para se proteger de cibercriminosos.

Com essa rede privada proporcionada pela VPN, você consegue utilizar a internet se protegendo pelo simples fato de não ter o seu endereço de IP facilmente identificado. A VPN é recomendada para todos os tipos de usuários, principalmente para pessoas que possuem informações sigilosas e que não podem ficar vulneráveis durante os acessos à internet.

Como usar VPN?

Logo após contratar um dos serviço de VPN disponíveis no mercado, o usuário recebe as instruções de como baixar e começar a utilizar a VPN. Todos explicam muito bem como fazer, dando as primeiras orientações e indicando o passo a passo.

Normalmente, o serviço escolhido indica como baixar VPN, fornecendo um aplicativo ao usuário que pode ser baixado diretamente do site da empresa. Esse app é personalizado de acordo com o sistema operacional de cada dispositivo (Windows, MacOS, Android, iOS etc). Em alguns casos, pode ser personalizado para roteadores e outros serviços de streaming.

Qual o melhor VPN?

Para responder essa pergunta, vamos avaliar 3 serviços de VPN para PC e outros dispositivos disponíveis no mercado brasileiro: a Norton Secure VPN, a Kaspersky VPN Secure Connection e a AVG Secure VPN. Destacaremos seus prós e contras e também a relação de custo-benefício para que você avalie qual melhor pode te atender. Vamos lá?

Norton Secure VPN

A Norton Secure VPN oferece aos usuários 3 pacotes diferentes: o Standard, Deluxe e o Premium. A diferença de um pacote para o outro estará apenas no número máximo de dispositivos que o usuário poderá acessar sua VPN: apenas 1 no Standard, 5 no Deluxe e 10 no Premium. Um fator interessante é que você não precisa assinar o antivírus da empresa para ter acesso ao serviço de VPN, podendo contratar apenas o Norton Secure.

Com o serviço, é possível obter criptografia de nível bancário, navegar anonimamente, conexão VPN de qualquer lugar que esteja, além de bloquear o rastreio de anúncios publicitários. Caso você não fique satisfeito com o serviço oferecido, a Norton garante reembolso total dos valores pagos em até 60 dias após a contratação do plano anual.

Os valores dos planos ficam em R$ 99,00, R$ 109,00 e R$ 189,00, respectivamente. Estes valores estão em promoção por tempo limitado. Caso queira economizar ainda mais, pode utilizar o cupom Norton no momento da compra.

Kaspersky VPN Secure Connection

A Kaspersky VPN Secure Connection promete três coisas aos usuários: total segurança, liberdade e privacidade no momento da navegação. Garante conexão remota caso o usuário se conecte em rede pública, protege toda a comunicação de dados feita durante os acessos, mantendo-o seguro em compras on-line e transações bancárias pela internet.

Existem 3 planos na Kaspersky VPN Secure Connection: o plano Básico, o Premium Mensal e o Premium Anual. O plano Básico é gratuito, enquanto nos outros dois o usuário pode escolher pagar R$ 19,99 por mês ou R$ 104,39 por ano. No Premium Mensal ou Anual, o usuário tem concessão de dados ilimitada, uma enorme variedade de países para selecionar e até 5 dispositivos compatíveis. Já o Básico oferece algumas restrições, podendo trafegar apenas de 200 MB a 300 MB por dia na concessão de dados e fazendo seleção automática do local virtual. Faça as contas e veja a real vantagem de um plano para o outro. 

Um ponto negativo da Kaspersky VPN Secure Connection é o número máximo de dispositivos compatíveis, podendo ser 5 no total. Para famílias que utilizam muitos dispositivos simultaneamente, pode ser um fator limitador.

AVG Secure VPN

A AVG Secure VPN é uma das marcas mais reconhecidas do mundo inteiro. Oferece ao usuário máxima proteção, seja utilizando uma rede doméstica, corporativa ou pública. Além disso, você pode ficar tranquilo durante a navegação, pois ela terá total privacidade e não será monitorada por cibercriminosos, seu provedor de internet e até mesmo o governo. O mais interessante é poder usar o serviço de qualquer lugar do mundo.

A AVG Secure VPN oferece 3 tipos de compra do seu serviço. Na primeira, você paga R$ 83,88 por um ano de uso numa única cobrança (o correspondente a R$ 6,99 por mês). Na segunda, você paga R$ 143,76 pelos dois primeiros anos de uso numa única cobrança (o correspondente a R$ 5,99 por mês). Na terceira, você paga R$ 215,64 pelos três primeiros anos de uso numa única cobrança (o correspondente a R$ 5,99 por mês).

Agora que você já sabe o que é uma VPN, para que serve, como utilizar e quais são os principais serviços de VPN oferecidos no Brasil, é hora de fazer sua escolha. Seja ela qual for, saiba de uma coisa: segurança na internet nunca é demais. 

Comentários